notícias

Familiares das vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho vão participar de audiência pública no Senado sobre violação de direitos humanos

DIRETORIA AVABRUM

DIRETORIA AVABRUM

Tragédia-crime, além de matar 272 pessoas, causou inúmeros danos à população, e ao meio ambiente.

 

A convite da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, na próxima segunda-feira (23), às 9h, em Brasília, a AVABRUM (Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem Mina Córrego do Feijão Brumadinho) participará de audiência pública em debate as violações dos direitos humanos causados pelo rompimento da barragem da Vale em 2019, que matou 272 pessoas. A reunião vai abordar os impactos da tragédia-crime que alterou o curso da vida de toda comunidade, e do meio ambiente. 

Em justificativa ao requerimento para a audiência, o presidente da Comissão, senador Paulo Paim (PT-RS) diz que muitas foram as violações aos direitos humanos sofridas pela população de Brumadinho, após o rompimento da Barragem Mina Córrego Feijão. “Muitos trabalhadores foram às vítimas e a população em geral também, pois perderam familiares”, afirma, lembrando que a população ainda sofre com o desastre ecológico ocorrido nas margens do Rio Paraopeba. “O próprio rio até hoje sofre com a contaminação, prejudicando a economia local e o meio de subsistência dos ribeirinhos”. 

O requerimento ainda reforça a importância da audiência para impedir a impunidade relacionada à violação aos direitos humanos realizada por empresas multinacionais, garantindo, assim, justiça às vítimas da tragédia de Brumadinho. 

 

SERVIÇO

Audiência pública semipresencial –  “Tragédia de Brumadinho: violações aos direitos humanos”.

Data: 23 de outubro

Horário: 9h

Local: Senado Federal | Praça dos Três Poderes| Ala do Senador Nilo Coelho, sala 4 A

Transmissões: Canais oficiais do Senado (TV Senado, Canal do YouTube, etc.)

 

NOTA AVABRUM

Comunicamos a todos os familiares e amigos que o MEMORIAL ainda não está aberto. Estamos empenhados para que em breve

Veja mais
Rolar para cima